SEJA

Introdução:

 O projeto SEJA surge em 2014, mediante a necessidade de promover a prevenção do câncer com o público do Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), uma vez que a não adesão aos exames preventivos se mostra muito prevalente entre o público adulto que possui baixa escolaridade, o que é extremamente preocupante, visto que este público faz parte do foco dos exames de prevenção para que o câncer seja rastreado precocemente, com maiores chances de cura. Dessa forma, este projeto visa desenvolver ações educativas sobre os fatores de risco dos principais tipos de câncer, assim como a motivação para a realização dos exames prevenção.

 

 

 

Objetivo:

Informar e orientar por meio de palestras educativas jovens e adultos em relação a sinais e sintomas do câncer, visando discutir, refletir e esclarecer mitos, tabus e estigmas com relação à prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer e também motivá-los a realizar exames preventivos.

 

Metodologia:

O projeto ocorre anualmente nos ambientes escolares em horário de aula de todos os alunos do EJA, através de palestras de sensibilização sobre o tema da prevenção do câncer e a importância do diagnóstico precoce estimulando a realização dos exames preventivos regulares.

O conteúdo das palestras é apresentado por meio da exposição de slides ilustrativos e explicativos, nos quais são utilizados gravuras e esquemas que permitam que o público alvo compreenda os conteúdos de forma clara e didática.

Durante as palestras serão abordados aspectos relacionados aos sinais e sintomas dos tipos de câncer de grande prevalência, para os quais existem programas de prevenção.

Após as palestras são disponibilizados exames preventivos no Ambulatório de Prevenção do Hospital de Amor e são organizados e monitorados o agendamento e a realização dos exames preventivos.

 

Resultados

No ano de 2017, foram realizadas 4 palestras para 240 alunos das escolas: CEMEJA (São Francisco), E.M Rotary Clube, E.M Dr. João Ferreira Lopes, E.M. Olga Abi Rachid Moraes, E.M Profº Giuseppe Carnimeo e E.M Leodete Silvério Jói. Após as plaestras cerca de 107 exames foram realizados.