Entrar


Entrar

Instagram

Galeria de Vídeos

Hemonúcleo

 

 

 

O setor de Hematologia presta assistência multiprofissional aos pacientes com doenças hematológicas durante investigação, tratamento, acompanhamento e cuidados paliativos, visando confirmação diagnóstica, diminuição ou controle da doença e alívio de sintomas. O atendimento é realizado no ambulatório e na internação da hematologia.

 

O ambulatório conta com quatro consultórios e um hospital-dia, onde são realizadas consultas médicas, procedimentos de investigação, como mielograma e biópsias, e quimioterapia ambulatorial, realizando mais de 7.000 consultas ao ano.

 

No Hospital-dia de hematologia são realizados cerca de 2.000 protocolos de quimioterapia e são atendidos cerca de 1.000 pacientes clínicos que necessitam de cuidados especializados da equipe médica e de enfermagem ao ano. Também é realizado atendimento multiprofissional com enfermeiros, assistente social, nutricionista e psicólogo. O acolhimento ao paciente é integral, procurando atendê-lo de forma humanizada e individualizada, o que resulta num baixo índice de faltosos, sendo realizada busca ativa destes pacientes.

 

A internação de hematologia possui oito leitos em quartos com filtro HEPA, onde são internados pacientes com doenças onco-hematológicas para tratamento clínico ou quimioterápico. Além do seguimento médico e de enfermagem, há participação ativa da equipe multiprofissional durante a internação, com acompanhamento fisioterápico, psicológico, nutricional, odontológico e de terapia ocupacional. 

 

Hemonúcleo 

 

Para poder atender ao Hospital de Câncer de Barretos e aos demais hospitais da cidade e região, receber os 12.000 doadores de sangue ao ano (incluindo aféreses para obtenção de hemocomponentes) e manter o nível de qualidade, foi inaugurado um novo hemonúcleo em agosto de 2010. Além de contar com uma estrutura moderna e atendimento personalizado, o Hemonúcleo possui um trabalho fundamentado também na conscientização sobre a importância da doação de sangue. A qualidade do atendimento procura também criar a fidelização do doador através de um ciclo assistencial completo – realizando o acompanhado desde a entrada até os próximos retornos.

 

Com um elevado índice de satisfação dos doadores, os procedimentos são realizados em conformidade com a Vigilância Sanitária Estadual e estão dentro dos programas de controle de qualidade da Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia desde 1996.

 

A qualidade do atendimento procura também criar a fidelização do doador através de um ciclo assistencial completo (desde a entrada até os próximos retornos).

 

As coletas são realizadas diariamente e durante finais de semana. O hemonúcleo conta com ampla sala de coleta para doadores com equipamentos de aférese por fluxo intermitente. Para a coleta de hemocomponetes por aférese (plaquetas e concentrados de hemácias), há agendamentos fora do horário convencional para adequar-se às possibilidades do doador.

 

Com um elevado índice de satisfação dos doadores, os procedimentos são realizados em conformidade com a Vigilância Sanitária Estadual e estão dentro dos programas de controle de qualidade da Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia desde 1996.

 

O Ambulatório de Transfusão atende aos pacientes do Hospital de Câncer de Barretos que necessitam de transfusão. A equipe de transfusão também é responsável pelo treinamento e educação continuada às equipes médicas e de enfermagem, visando à segurança transfusional.

 

O Hemonúcleo coleta (por aférese), processa e realiza a criopreservação das células-tronco hematopoéticas de pacientes e doadores para o Transplante de Medula Óssea (TMO) autólogo e alogênico. O cadastramento de doadores de Medula Óssea para o REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula óssea) é, também, um serviço realizado pelo Hemonúcleo. Na tentativa de aumentar a esperança de quem anseia encontrar uma medula óssea compatível, o Hemonúcleo já percorreu municípios dos estados de São Paulo, Mato Grosso e Rondônia.

 

Prestam atendimento exclusivo ao Hemonúcleo médicos hemoterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, biomédicos, assistentes sociais e auxiliares administrativos, que trabalham na coleta, transfusão, captação de doadores, e laboratórios de Sorologia, Imunohematologia, Criopreservação Celular e Controle de Qualidade.

 

Transplante de Medula Óssea

 

O transplante de medula óssea (transplante de células progenitoras hematopoéticas autólogo e alogênico) é realizado no Hospital de Câncer de Barretos desde o credenciamento autorizado pelo Ministério da Saúde em 2003. Desde essa data, são realizados em média 12 transplantes alogênicos e 20 autólogos ao ano.

 

Esse procedimento é um dos mais complexos realizados no tratamento de câncer, afetando o paciente em sua estrutura física, psicológica e social. O atendimento aos pacientes com indicação de transplante de medula óssea é realizado no ambulatório, onde o paciente é avaliado por uma equipe multiprofissional constituída de médicos, enfermeiras, assistente social, psicólogo, nutricionista, terapeuta ocupacional e dentista. No ambulatório são atendidos os pacientes pós-transplante.

 

A internação para o transplante possui quatro quartos, equipados com filtro especial do tipo HEPA, com dois leitos cada: um para o paciente e outro para o acompanhante. Durante toda a internação o paciente é acompanhado pela equipe multidisciplinar.

 

Após a alta da internação, o paciente é atendido no hospital-dia do transplante, onde permanecem em média por 100 dias no transplante autólogo e 180 dias no transplante alogênico.

 

Além de receber atendimento médico, da equipe, orientações e medicações, ocorre um grupo de apoio às quintas-feiras, com participação de pacientes, familiares,  profissionais envolvidos e grupo de atendimento de terapia ocupacional às terças-feiras, visando à humanização deste acompanhamento.