Entrar


Entrar
Erro
  • JFolder::files: O caminho não é um diretório. Caminho: /home/hcancer/public_html/images/fotos/talento-rosa-2019/Poesias/EMEB-Joaquim-Miguel-dos-SantosAviso
    • JW_SIG_PRG

Câncer de Pulmão - Fatores de Risco

06 – Quais são os fatores de risco?

Tabagismo
 
O hábito de fumar é o fator de risco mais conhecido, sendo responsável pelo aumento de 40 vezes a chance de desenvolver câncer de pulmão quando comparados aos não fumantes. Na fumaça do cigarro existem mais de 5 mil substâncias químicas das quais cerca de 50 são cancerígenas.  
 
Somente 15 % dos fumantes terão câncer de pulmão, porém outras 57 doenças estão relacionadas com o hábito de fumar. Outros fatores ligados ao consumo de cigarro que podem, de forma combinada, colaborar para o aparecimento da doença. Entre esses fatores estão:

Idade em que começou a fumar
Número de cigarros por dia
Força utilizada para inalar o cigarro
Idade da pessoa
Tempo do hábito

Cigarros light, cigarros de corda e cachimbo.
 
Existem pessoas que selecionam outras formas de fumo para poder amenizar os efeitos maléficos do tabaco como, por exemplo, os cigarros “lights”. No entanto, para a saúde do paciente, ele é igualmente maléfico e pode causar câncer. Cachimbo, charutos, cigarros de palha e outros tipos de fumos também são fatores de risco para o câncer de pulmão.
 
Tabagismo Passivo
 
São considerados fumantes passivos, as pessoas que não tem o hábito de fumar, porém convivem com pessoas que fumam em ambiente fechado, seja em casa ou no trabalho. Essa exposição à fumaça do cigarro também é igualmente maléfica.    
 
Fumantes que não inalam
 
Alguns fumantes dizem que não tragam a fumaça, ou seja: não aspiram a fumaça para os pulmões e apenas segurando a fumaça na boca. Estas pessoas além de estarem expostas às mesmas substâncias cancerígenas, se não terão câncer de pulmão poderão ter câncer da boca ou garganta.
 
Agentes químicos
 
Em algumas profissões específicas, devido ao ambiente de trabalho e sua função, existe o contato constante com certas substâncias cancerígenas como:

Arsênico
Amianto
Asbesto
Berílio
Cromo
Radônio
Níquel
Cádmio
Cloreto de Vinila

Trabalhadores relacionados à construção naval, mineradoras, com isolantes térmicos e em fábricas de freios, são propensos a estarem em contato com essas substâncias cerca de três a quatro vezes quando comparado a quem nunca esteve em exposição. Se o trabalhador também tiver o hábito de fumar, o nível de incidência de câncer de pulmão apenas aumenta.
 
É importante sempre conhecer os riscos que estão ligados à realização do trabalho, procurando utilizar o equipamento adequado e seguir as práticas corretas do trabalho e o uso dos equipamentos de segurança individual.
 
Genética
 
Pacientes que já possuem histórico de câncer de pulmão na família podem ser mais predispostos ao desenvolvimento da doença.
 
Doenças Pulmonares
 
Tuberculose ou doença pulmonar obstrutiva crônica (também conhecidos como enfisema pulmonar e bronquite crônica) são doenças podem aumentar a possibilidade de a pessoa desenvolver câncer de pulmão.
 
Alimentação
 
Assim como outros tipos de câncer, a alimentação pode se tornar tanto um fator de risco, como um método de prevenção. O baixo consumo de frutas e verduras pode ser um fator determinante para o desenvolvimento do câncer de pulmão.

Saiba mais:

    Como funciona o pulmão?/ O que é o câncer de Pulmão

    Quais os tipos de câncer de pulmão?

    Quais são os sintomas de câncer de pulmão?

    Qual a melhor forma de prevenção?

    Quais são os fatores de risco?

    Como é realizado o diagnóstico de câncer de pulmão?

    Como é avaliado o estadiamento do câncer de pulmão?

    Como é realizado o tratamento de câncer de pulmão?