Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

‘Julho Verde’: conheça a campanha de prevenção do câncer de cabeça e pescoço

 

Há quatro anos, a Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço (IFHNOS) e a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP) instituíram o dia 27 de julho como o ‘Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço’. A partir de então, o mês ficou conhecido como ‘Julho Verde’ – período em que é realizada a campanha nacional de prevenção deste tipo de câncer, visando conscientizar a população sobre a doença, seus principais fatores de risco e formas de preveni-la. Neste contexto, o Hospital de Amor (HA) apresenta um papel crucial como instituição de ensino e pesquisa, na divulgação da campanha e nas ações que envolvem a mesma. 
 
De acordo com dados recentes do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de boca é o quinto mais comum entre homens, com 11.200 novos casos, e o câncer de laringe é o oitavo mais frequente, com 6.390 novos casos estimados para 2018. Segundo o cirurgião do departamento de cabeça e pescoço do HA, Dr. Ricardo Ribeiro Gama, apesar desse tipo de tumor não ser o mais frequente na população e nem o que apresenta maior índices de morte, ele ainda acomete mais de 500 mil novas pessoas em todo o mundo. Para o médico, o problema é que muitos desses casos são diagnosticados tardiamente, o que prejudica o tratamento e as chances de cura. 
 
“A necessidade da campanha nasceu da falta de esclarecimento da população e profissionais da área de saúde sobre a doença. Apesar de ser de fácil acesso o exame clínico, o câncer de boca – o mais comum em nosso meio (em cerca de 70% a 80% das vezes), é diagnosticado em fase avançada, o que acarreta alta mortalidade e graves sequelas relacionadas ao tratamento realizado”, afirma Gama.
 
Em função do diagnostico tardio, os tumores de cabeça e pescoço, por serem diagnosticados em fase avançada, apresentam altas taxas de mortalidade. Quando um tumor é diagnosticado precocemente, a chance de o paciente sobreviver à doença em cinco anos é de, aproximadamente, 90%. Mas, quando diagnosticado tardiamente, a taxa de sobrevivência cai para algo em torno de 30%, independentemente dos tratamentos realizados com intenção curativa.
 
Tipos mais comuns 
O câncer de cabeça e pescoço compreende um conjunto de neoplasias malignas localizadas em diferentes regiões da via aérea e digestiva superiores, como: boca, faringe, laringe, glândulas salivares, seios da face e cavidade nasal. Dr. Ricardo Gama afirma que os homens são os mais afetados pelos tumores. “Isso acontece pelos hábitos do homem de beber e fumar mais, ter uma qualidade de vida pior e não se preocupar muito em ir ao médico. No entanto, o número de casos em mulheres tem aumentado, devido à maior liberdade do sexo feminino nos tempos atuais”.
 
Sinais e sintomas
É importante que as pessoas fiquem atentas sobre os sinais e sintomas da doença. Os mais comuns são caroços ou nódulos no pescoço, feridas na boca com mais de 15 dias que não cicatrizam e rouquidão. Muitas vezes, são os profissionais de odontologia que percebem a ocorrência dessas lesões, mas, também é fundamental procurar um médico de sua confiança se perceber qualquer um desses sintomas.
 
Prevenção
O desenvolvimento desses tumores também está relacionado a hábitos não saudáveis de vida, tais como: consumo exagerado de álcool e tabaco, além de relações sexuais de risco, ou seja, sem uso de preservativos. 
 
A campanha no Hospital de Amor
Sabendo da importância do diagnóstico precoce, formas de prevenção e manejo do tratamento e de suas complicações a curto, médio e longo prazo, visando melhorias na qualidade de vida do paciente e melhor prognóstico, o departamento de cirurgia de cabeça e pescoço do Hospital de Amor auxilia na divulgação do ‘Julho Verde’. 
No dia 23 de julho, profissionais dos setores de cabeça e pescoço, fonoaudiologia, enfermagem, epidemiologia e prevenção da instituição se reunirão para um evento especial, que tem como objetivo divulgar a especialidade e a equipe multidisciplinar que a envolve, além de esclarecer o que trata a Oncologia de Cabeça e Pescoço.
De acordo com o Dr. Ricardo Gama, serão realizadas palestras que abordarão temáticas destinadas para profissionais da área da saúde. “O evento mostrará a importância da equipe multidisciplinar no manejo clínico destes pacientes e enfatizará a epidemiologia, os fatores de risco, diagnóstico, tratamento e o prognóstico de pacientes com os dois tipos mais comuns de tumor da via aerodigestiva superior: o câncer de boca e o de laringe. “Nossa intenção é mostrar o que o departamento tem avançado no tratamento  e na reabilitação destes pacientes, como por exemplo, com o uso das próteses fonatórias em pessoas laringectomizados, e na área de prevenção, com a experiência adquirida ao longo dos últimos anos com a unidade móvel de prevenção odontológica que percorre Barretos e seu departamento regional de saúde (DRS-V), rastreando câncer de boca na população de alto risco, na tentativa de diagnosticar tumores iniciais e lesões pré-malignas em pacientes assintomáticos”, declara.
 
Confira a programação:
(23 de Julho de 2018 – IRCAD)
18:00 – 18:10 | Abertura: A importância da conscientização dos profissionais da área de saúde do câncer de cabeça e pescoço - Dr. Carlos Roberto dos Santos
18:10 – 18:20 Apresentação do Coral “Papo Furado” – Gisele Giroldo    
18:30 – 18:50 | Câncer de Laringe: epidemiologia, fatores de risco, diagnóstico e tratamento - Dr. Renato de Castro Capuzzo
18:50 – 19:10 | O papel da fonoaudiologia na reabilitação da voz e da deglutição – Gisele Giroldo
19:10- 19:30 | O papel da enfermagem no manejo dos pacientes portadores de câncer de cabeça e pescoço – Ellen Vieira
19:30 - 19:50 | Coffee-break
19:50 – 20:10 | Câncer de boca: epidemiologia, fatores de risco, diagnóstico e prevenção – Dr. Ricardo Ribeiro Gama
20:10 – 20:30 | Experiência do Hospital de Câncer de Barretos na prevenção do câncer de boca - visão do odontologista – Fabiana de Lima Vazquez 
20:30 – Encerramento