Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Fé: Grupo de oração conforta pacientes em tratamento no Hospital São Judas Tadeu

 

O cuidado, a atenção e o amor já são marcas registradas nos atendimentos do Hospital São Judas Tadeu – a unidade de cuidados paliativos e de atenção do idoso do Hospital de Amor. Essas três características, juntas, levam bem-estar e tranquilidade ao paciente que está em tratamento paliativo na instituição e seus acompanhantes. Mas, toda essa dedicação e carinho não param por aí! Para oferecer ainda mais conforto a essas pessoas, promover paz de espírito e possibilitar a resolução até de conflitos familiares, um grupo de oração, vindo da cidade de São José do Rio Preto (SP), a 92 km de Barretos (SP), passou a se reunir todas as quintas-feiras na unidade para celebrar o ‘Café com Deus’.

Os encontros, que acontecem sob a liderança do presbítero, André Matos, do bispo Maurílio Ribeiro, da igreja Ministério Mudança de Vida, com a contribuição de muitos outros cristãos, é uma extensão do trabalho que já é realizado no município, na tentativa de levar paz e esperança aos que lutam contra o câncer. “O ‘Café com Deus’ é uma forma de a gente confraternizar. Independente de religião, falamos sobre o que Deus pode fazer em nossas vidas de maneira respeitosa e cautelosa. Além disso, contamos com a ajuda de nossos parceiros (que levam alimentos e tudo o que for necessário) para que consigamos transmitir uma palavra de conforto e fé”, afirmou o presbítero.

De acordo com a médica e coordenadora do Hospital São Judas Tadeu, Dra. Juliana Beraldo Ciorlia, a instituição zela pelo atendimento multidisciplinar e multidimensional, e o apoio psicológico espiritual compõe esse trabalho. “Essa assistência é prestada tanto pelo capelão, quanto por mestres e sacerdotes de outras doutrinas, dependendo do que o paciente deseja professar. O respeito é essencial e todos os grupos são bem-vindos, desde que eles entendam que a proposta é confortar e não, por exemplo, oferecer falsas promessas ou promover outros tipos de tratamento que não seja o médico”, explicou Dra. Juliana.

E quando o assunto é proporcionar tranquilidade espiritual às pessoas em tratamento, o grupo ‘Café com Deus’ se destaca! Para a gerente de enfermagem da unidade, Verônica Silva Magalhães Faustino, quando o paciente recebe conforto e Deus se faz presente em sua vida, ele consegue lidar mais facilmente com as medidas terapêuticas aplicadas dentro da instituição, o que contribui com o trabalho da equipe nas questões sociais junto ao contexto da doença. “Esse grupo consegue fazer isso de uma forma muito serena. Eles vêem com grande respeito e trazem muita paz às famílias e ao hospital. É sempre muito saudável”, explicou.

Aprovação
Izildinei de Moraes Abilai, de 55 anos, está acompanhando sua mãe, Antônia Oliveira Moraes, na instituição. Todas as quintas elas se preparam para participar das orações e louvores e aproveitam para fazer outras amizades “Atividades como essa deixam a vida do paciente mais feliz! Eu não valorizava questões simples do dia a dia, mas hoje faço questão de cada detalhe. Aqui, realmente, é o Hospital de Amor, desde a arquitetura, o atendimento, até o trabalho oferecido pelos voluntários”, declarou Izildinei.