Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Idosos do município de Barretos participam da 3ª caminhada 'Lado a Lado com o Idoso'

 

 

Mais de 400 idosos foram às ruas no último sábado (7/10), na cidade de Barretos, para participar da 3ª caminhada “Lado a Lado com o Idoso”, um evento realizado pelo Hospital São Judas Tadeu – a unidade de cuidados paliativos e de atenção ao idoso do Hospital de Câncer de Barretos.

A ação, que tem como objetivo promover o bem-estar do público da terceira idade, através de atividades físicas e interação entre os participantes, faz alusão à data que celebra o ‘Dia Internacional do Idoso’, comemorado em 1º de outubro.

A madrinha escolhida para representar a caminhada este ano foi a integrante do Conselho Municipal do Idoso barretense, Maria Augusta Lopes Vilarinho. “Eu estou duplamente feliz! Primeiro por eu ter 71 anos e estar vivendo e querendo que todos tenham qualidade de vida, e segundo, porque este convite me honrou muito. O trabalho que o Hospital realiza é lindo e, como membro do Conselho Municipal do Idoso, eu faço parte desta jornada. Estou muito grata e emocionada”, afirmou.

Voltado para o público com idade acima de 60 anos e com inscrições gratuitas, o percurso contou com 900 metros de caminhada. “Eu tirei o chapéu para todos idosos participantes, pois são pessoas com mais de 60 anos que fizeram questão de estar aqui, caminhando e prestigiando o evento dedicado a eles. Não só tiro meu chapéu, como também ofereço meu troféu a eles”, declarou Maria Augusta.

De acordo com a fisioterapeuta do Hospital São Judas Tadeu, Adriana Ferreira, é muito importante oferecer atenção a esse público. “A caminhada serve de interação e socialização para as pessoas da terceira idade. É sempre muito gratificante ver os idosos se movimentando e caminhando, pois sabemos que a atividade física é essencial para a rotina deles”, explicou. Os participantes ainda puderam aproveitar para realizar exames de glicemia e aferição da pressão arterial.

Para a próxima edição, em 2018, são esperadas mais de 500 inscrições.

Participantes
Quem aproveitou o evento e ainda conquistou o primeiro lugar foi o aposentado Odílio Rocha. Todos os dias, ele faz o mesmo percurso da caminhada três vezes e, por estar sempre realizando atividades físicas, não teve dificuldades em ganhar a disputa. “A iniciativa do Hospital em lembrar dos idosos é maravilhosa. O evento é muito bom e eu estou feliz por estar participando. Em 2016, eu cheguei em segundo lugar e esse ano consegui ganhar o primeiro. Se Deus permitir, eu estarei aqui na próxima edição também”, relatou Rocha.

Nem a perna machucada impediu a dona Tereza Soares Carneiro, de 75 anos, de comparecer à caminhada. Praticante de exercícios físicos, a aposentada apoiou a ação do Hospital São Judas Tadeu. “Esta mobilização é fundamental para que o público idoso perceba a importância de se cuidar da saúde. Eu vim e vou caminhar até onde posso”, declarou. E ela conseguiu completar a atividade com sucesso!

Os ganhadores foram:
1º lugar – Olídio Rocha
2º lugar – José Heitor Martins
3º lugar – Ana Rosa Almeida Coelho.

Selo "Hospital Amigo do Idoso"
A mobilização reforça a participação do Hospital de Câncer de Barretos na sociedade, demonstrando, assim, a importância da existência do selo "Hospital Amigo do Idoso”, que a unidade de cuidados paliativos conquistou.

A instituição recebeu a visita de uma comissão de auditores do Estado de São Paulo e foi chancelada com o selo, que é uma iniciativa do governo paulista e tem como intuito estimular e apoiar a qualificação geronto-geriátrica dos hospitais.

De acordo com a fisioterapeuta Adriana Ferreira, para obter o selo, o hospital deve cumprir 25 critérios que são divididos em níveis: inicial, intermediário e pleno, sendo este último o nível máximo exigido pelos auditores. Dentre as adequações solicitadas estão as acomodações do ambiente físico do prédio (como a inserção de barras no banheiro, elevação do vaso sanitário, antiderrapante e adequação do espaço utilizado pelo idoso). Segundo Adriana, 45% dos pacientes do Hospital São Judas Tadeu são idosos, porém, os outros pacientes em tratamento no centro também são contemplados com os benefícios.