Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Hospital de Câncer de Barretos inaugura Instituto de Prevenção em Campinas

 

O Hospital de Câncer de Barretos inaugurou nesta terça-feira, 18 de julho, o Instituto de Prevenção em Campinas (SP). O mais novo centro de rastreamento oncológico do interior de São Paulo está preparado para realizar exames preventivos de mama, colo do útero, pele, boca, intestino e pulmão.

A concretização desse projeto só foi possível, graças às verbas do Ministério Público do Trabalho da 15ª Região e o apoio da Prefeitura de Campinas, com a cessão de uso do terreno. Parte dos recursos obtidos em uma ação civil pública foram destinados para cinco projetos relacionados à pesquisa e atendimento de saúde. O maior deles, orçado em R$ 69,9 milhões, foi para o Hospital de Câncer de Barretos. Desse montante, R$ 34 milhões foram dispostos para a construção do Instituto de Prevenção em Campinas e de cinco unidades móveis.

“Hoje foi um dia muito importante para a sociedade, mas também para os trabalhadores de Paulínia. O MPT foi incumbido de uma responsabilidade muito grande: a tarefa de direcionar tantos recursos públicos para instituições que trabalhassem com excelência e verdade. Tivemos muito cuidado nessa escolha, pois estamos aqui por causa da morte de dezenas de trabalhadores. A proposta do Hospital foi um projeto ousado que nos tocou por sua honestidade. Por isso, nós depositamos muita esperança nele e estamos muito felizes com os resultados”, ressaltou o Procurador do Ministério Público do Trabalho de Campinas, Ronaldo José de Lira.

De acordo com o presidente do HCB, Henrique Prata, com a parceria junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), a cidade de Campinas ganha um avançado centro de diagnóstico e prevenção da doença. “O Instituto permitirá às mulheres de Campinas se prevenirem os tipos mais comuns de câncer, como o de mama. É uma oportunidade ímpar poder disseminar a excelência do atendimento de Barretos para Campinas. Agradeço muito. Estamos oferecendo a chance de cura e um tratamento digno e humanizado”, destacou.

Estrutura
Com capacidade para atender 300 mulheres por dia, o instituto conta com:
- Recepções e Salas de treinamento e de videoconferência;
- Sala com mamógrafo de última geração;
- Sala de biópsia com mesa de estereotaxia, que permitirá a realização de exame com mais qualidade e conforto para a paciente;
- Salas com aparelhos de ultrassom para exames e biópsias de mama;
- Salas de coleta de Papanicolau;
- Consultórios médicos;
- Centro cirúrgico com duas salas.

Segundo o diretor médico das unidades de prevenção, Dr. Raphael Haikel Júnior, com essa nova estrutura será possível dar um posso muito importante na luta contra o câncer, proporcionando um maior índice de diagnóstico precoce à população dessa região, garantindo que mais pessoas tenham, posteriormente, acesso a um tratamento de qualidade na área oncológica. “Dentro de 30 dias, vão começar os trabalhos. Antes disso, os novos colaboradores serão treinados em Barretos para que possam acompanhar e absorver a filosofia de humanização do nosso Hospital”, afirmou.

Unidades Móveis
Além do Instituto de Prevenção de Campinas, a parceria comtempla ainda cinco unidades móveis (carretas), sendo quatro adaptadas e equipadas para o diagnóstico e realização de exames de colo do útero, pele e pulmão; e uma para a educação.

A carreta educativa será direcionada para as escolas no intuito de despertar nos jovens o interesse por hábitos saudáveis, qualidade de vida e para o diagnóstico precoce e os cuidados na prevenção ao câncer. “Há dois anos, temos pesquisado os fatores de risco ligados ao câncer com muita dedicação. E esse trabalho árduo de pesquisa é essencial para podermos levar uma experiência única para as crianças e adolescentes. Eles viverão uma aventura, viajarão pelo corpo humano de uma maneira impactante e inesquecível. Através dessas interações lúdicas, conseguiremos passar a mensagem de prevenção de uma maneira simples, dinâmica e atrativa”, esclareceu o diretor executivo do Instituto de Ensino e Pesquisa do HCB, Dr. José Humberto Fregnani.

Para o médico, a expectativa é de que essa experiência leve a conscientização e a transformação às crianças, fazendo com que elas compartilhem essas informações tão importantes em seus meios de convívio.