Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Pesquisa nacional aponta Barretos em primeiro lugar no ranking de Saúde




A Fundação Getúlio Vargas (FGV) em parceria com o jornal inglês Financial Times divulgou um estudo que constatou que o Estado de São Paulo tem 25 das 40 microrregiões mais competitivas do país. A pesquisa intitulada de “Perfil da Competitividade Brasileira” mostrou que a cidade de Barretos está em primeiro lugar no ranking de Saúde.

O levantamento avaliou 558 microrregiões brasileiras. Os pesquisadores da FGV e do periódico consideraram seis vetores principais: capital humano, qualidade de vida, instituições, ambiente de negócios, mercados e recursos naturais e também 14 dimensões que impactam diretamente na competitividade brasileiras, entre elas, educação básica, ensino superior e técnico, infraestrutura social, saúde, sofisticação em negócios, performance no setor público, logística, mercado de trabalho e tamanho do mercado e sustentabilidade.

O estudo, de acordo com o diretor da Fundação Getúlio Vargas Projetos, César Campos Cunha, revelou um país muito regionalizado em setores competitivos, com ambientes e realidades diferentes.

Saúde
Para avaliar o quesito saúde dessas macrorregiões, a pesquisa abordou outras seis variáveis, como: emprego, emprego por atividade, leitos, expectativa de vida, mortalidade infantil e avaliação da própria saúde (auto-declaração). Neste ranking, sete cidades do Estado de São Paulo ficaram entre as 20 mais bem colocadas, entre elas o município de Barretos, que aparece em primeiro lugar.

“Toda essa conquista vem de longos anos de dedicação e confiança em nosso trabalho. É um trabalho árduo e difícil. Estamos nos desenvolvendo cada vez mais. Primeiro desenvolvemos a parte assistencial, depois a de ensino e em um terceiro momento a parte de pesquisa, inclusive com parceiros internacionais. Tudo isso para atender os pacientes da melhor maneira possível, da maneira mais humanizada”, afirmou o médico radio-oncologista do Hospital de Câncer de Barretos, Renato José Affonso Júnior.