Entrar


Entrar

Você esta aqui: Institucional

Faça sua Doação, Salve Vidas

 

Instagram

Galeria de Vídeos

OncoEventos

Informação: saiba quais são os tipos de câncer mais comuns no Brasil




Para este ano de 2015 são esperados mais de 500 mil novos casos de câncer somente no Brasil. Os mais incidentes na população brasileira serão os de pele, do tipo não melanoma – cerca de 180 mil; próstata – 69 mil diagnósticos previstos; cólon e reto – 33 mil; pulmão – 27 mil; mama 57 mil e estômago – 20 mil.

Os números são de um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) calculados com base nas taxas de mortalidade dos estados e capitais em todo o país.

Câncer de Pele
É um proliferação incontrolável de células cutâneas anormais. É o tipo mais comum na população e divide-se em dois tipos: melanomas e não melanomas.

Os melanomas são originados nas células produtoras de melanina, substância responsável pela pigmentação da pele. É considerada a forma mais série da doença cutânea. Já os não melanomas representam a maioria dos casos, cerca de 96%. As pessoas devem ficar atentas a qualquer lesão na pele que tenha um aspecto de nódulo, tumor ou parecido com alguma mancha.

A maioria é causado pela irradiação solar, portanto, é imprescindível o uso de filtro solar.

Câncer de próstata
A próstata é um órgão situado entre a bexiga e a região pélvica, atravessada pela parte inicial da uretra (canal por onde passa a urina) e produz parte do líquido que forma o esperma.

Esse é o mais comum câncer do tipo sólido entre os homens. As chances dele aparecer ficam maiores conforme a idade vai avançando. Os homens com mais de 50 anos devem fazer os exames preventivos pelo menos uma vez por ano.

A doença pode ser diagnosticada por uma alteração no PSA, uma proteína da próstata. Se essa dosagem estiver acima do nível ideal pode indicar um problema no órgão.

Esse tipo de câncer é dividido em três grupos, sendo o primeiro o mais agressivo, que necessita de um tratamento mais radical. O segundo é o intermediário e o último, mais comum entre os pacientes, é de baixo risco.

Câncer de cólon e reto
O câncer colorretal é uma neoplasia que se origina em qualquer parte do cólon, reto ou canal anal. A doença começa na camada superficial do revestimento intestinal e com o tempo vai atingindo as camadas mais profundas.

Esse tipo de câncer atinge pessoas de qualquer sexo e idade, mas é mais comum após os 50 anos. A maioria se inicia com uma lesão benigna que evolui lentamente até se transformar em um tumor maligno.

Câncer de pulmão
Esse tipo de câncer é altamente letal e frequente na população. Na região Sul, Sudeste e Centro-oeste do país, é um dos mais, perdendo apenas para os de pele e próstata.

O Câncer de pulmão é uma doença que não apresenta sintomas em suas fases iniciais, tornando o diagnóstico mais difícil de ser feito e, por isso, a maioria descobre quando o câncer já está avançado.

Câncer de mama
Como em todos os outros tipos, as células possuem informações – os genes – que mostram como as tarefas devem ser realizadas. Quando esses genes são alterados, as células perdem sua função normal e passam a desenvolver atividades anormais, como um crescimento desorganizado, formando um tumor.

A melhor forma de prevenir o câncer de mama é realizar os exames de mamografia regularmente. Se diagnosticado precocemente, as chances de cura chegam em até 95%.

Câncer de estômago
Grande parte desse tumor ocorre na cama mucosa, de revestimento interna, surgindo na forma de irregulares lesões com ulcerações (rompimento do tecido). Conforme a evolução da doença, essas células cancerígenas vão gradualmente substituindo o tecido normal do órgão, migrando para outras partes, podendo até chegar em outros lugares do organismo.

É o segundo tumor maligno mais frequente do mundo, tendo alta incidência no Leste Europeu, Japão e Américas do Sul e Central.

O câncer de estômago se apresenta em três diferentes tipos: o adenocarcinoma – responsável por 95% dos tumores; linfoma – diagnosticado em 3%; e o leiomiossarcoma – com início em tecidos que dão origem aos músculos e aos ossos.