1Z0-001 HP0-634 1Z0-854 JN0-331 ST0-130 HP2-T31 1Z0-507 P_SD_64 GB0-180 A2010-564 C2090-913 HP2-K18 C2180-270 000-433 351-018 920-345 000-745 000-191 070-545-VB 70-346 ITIL-F-CHS SD0-302 920-232 642-426 HP2-B100 LOT-917 000-210 MB4-641 920-252 000-995 310-810 1Z0-517 920-807 50-632 TB0-105 310-045 000-235 000-992 350-040 270-551 920-344 E20-011 C2090-735 350-024 074-325J 1Y0-A25 070-225 HP2-H25 1Z0-204 000-268 000-M23 000-M220 E20-016 000-386 HP2-B27 920-533 JK0-U11 CUR-011 1Y0-A20 70-515 Iodoterapia - Hospital de Câncer de Barretos
Entrar


Iodoterapia

O Tratamento do Câncer da Tireóide é feito por meio de cirurgia e é complementado com o uso terapêutico do Iodo 131.

O objetivo do uso do Iodo 131 é erradicar todos os possíveis microfocos de tecido tireoidiano que porventura não possam ser removidos cirurgicamente e ainda tratar simultaneamente as possíveis lesões existentes em outros órgãos do corpo (metástases). Para se alcançar este objetivo são empregadas doses de Iodo 131 que é a forma radioativa do Iodo comum e apresenta a propriedade de se fixar seletivamente nos tecidos a serem tratados; produzindo-se uma irradiação com conseqüente eliminação dos tumores de dentro para fora.

 

Devido à seletividade da concentração observada, o tratamento é muito eficaz e tem mínimos efeitos colaterais para o paciente; mas a existência de radiação requer a internação em quartos especialmente preparados.