070-556 HP0-A03 000-594 A2090-543 HP0-M19 MB6-205 9L0-314 LOT-923 000-622 000-955 251-502 312-92 1D0-460 MB4-873 C2140-822 HP0-M12 70-569 C2140-637 920-440 HP0-069 C2090-463 500-005 M2180-667 000-797 650-196 SABE501V 1D0-450 000-978 1Z0-858 1Z0-264 000-M11 C_TSCM62_65 000-716 CAT-120 920-254 310-013 50-895 M2050-653 250-253 HP0-A01 000-372 EX0-113 70-542-Csharp 000-188 XK0-001 HP0-S29 000-586 000-M33 3M0-331 C4060-089J EX0-106 74-924 1Y0-400 156-915 C4090-451 050-654 ST0-116 000-281 650-756 70-640 HP3-X06 050-682 50-683 1Z1-272 HP0-J47 A2010-654 70-340 70-649 1Z0-206 070-293 77-604 C2150-057 1Z0-535 HP0-J67 070-162 920-321 JN0-340 000-M62 650-368 70-551-Csharp LOT-957 P2070-091 70-217 HP0-J30 920-552 A00-202 000-M36 GB0-500 Linfoma - Hospital de Câncer de Barretos
Entrar


Linfoma

Linfoma é um câncer que começa nas células do sistema linfático. Existem dois tipos de linfomas, linfoma de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin. Eles diferem entre si pelos tipos de células encontradas à microscopia, pelo comportamento biológico e pela resposta à terapia. Acometem principalmente os linfonodos, que são órgãos do sistema de defesa do organismo, mas podem atingir outros órgãos, especialmente quando em estágios avançados. O prognóstico é bastante variável dentro de cada grupo, e deve portanto ser avaliado individualmente com o seu médico.

Os sintomas são os mais variados, entretanto os mais comuns são: cansaço ou fraqueza, febre, sudorese, perda de peso, dores no corpo, emagrecimento, além do aparecimento de nódulos no corpo. O diagnóstico geralmente é feito através de biópsia do linfonodo (ou órgão acometido). São exames úteis para o diagnóstico o seguinte: tomografia do tórax e abdome, radiografia do tórax, PET scan, exames laboratoriais e biópsia da medula óssea. O tratamento em geral é realizado com quimioterapia associada ou não a terapia biológica, mas a radioterapia também pode ser empregada. O transplante de medula óssea geralmente é reservado para pacientes com doença refratária.